quinta-feira, 19 de julho de 2018

Na Colômbia, EFI apresentará soluções para papelão ondulado


Entre os dias 11 e 13 de setembro, a EFI exibirá as soluções de papelão ondulado aos visitantes da 38ª edição da Convenção e Exposição Internacional ACCCSA. No stand 42 da área de eventos dos Hotéis Marriot e Sheraton, em Bogotá, Colômbia, o público será recepcionado por uma equipe de especialistas da multinacional americana.

Entre os destaques, a EFI apresentará o portfólio de ponta a ponta para a indústria de Corrugados, que oferece desde softwares e front-ends digitais a tintas e sistemas de impressão jato de tinta. No stand, serão realizadas demonstrações ao vivo dos softwares Corrugated Packaging Suite e Escada System, além de exibir amostras de chapas, displays e sample books impressos na EFI Nozomi C18000.

Ao longo dos três dias de conferência, os visitantes poderão conhecer em detalhes cada uma das soluções e tirar todas as dúvidas com os executivos da EFI. Ernande Ramos, diretor de vendas para América Latina, Luis Ramirez, gerente de vendas e especialista em corrugado, Gordon Ray, diretor de embalagens, Aleks Zlatic, gerente geral de embalagens, e Jose Luis Ramon, vice-presidente e gerente geral da EFI Industrial Printing, estarão presentes.

Na agenda de apresentações do evento, os participantes ficarão por dentro de todas as novidades da EFI para o mercado de papelão ondulado durante a palestra de Ernande Ramos, que acontece no dia 11 de setembro, às 9h da manhã. Durante a apresentação, o executivo abordará a solução completa da empresa para o mercado de corrugado.

Já no dia 12, às 8h30, Jose Luiz Ramon, fará a palestra “Eficiencias para la producción del cartón corrugado - Mejores en todo el proceso de producción desde la cotización hasta la impresión digital", que terá como foco as inovações, tendências e estatísticas do setor.


Esko adquire empresa de software


A Esko anunciou a aquisição da Blue Software, LLC, uma empresa de software de gerenciamento de rótulos e artes baseada em Chicago, Illinois, EUA, da Diversis Capital e da Schawk Digital Solutions.

“Buscamos reduzir drasticamente o tempo para os produtos chegarem no mercado, os custos e os riscos que comprometem a qualidade em toda a cadeia de valor de embalagem. A aquisição da Blue melhora o conjunto único de ferramentas da Esko que permite aos brand owners e seus parceiros melhorarem como um todo,” explica Udo Panenka, Presidente da Esko.

“Nossas soluções de software e hardware digitalizam, automatizam e conectam o desenvolvimento de embalagem ao fluxo de produção, desde conceitos virtuais de design em 3D até a impressão, embalagens acabadas, displays de lojas, e imagem e conteúdo para e-commerce. Trabalhamos para melhorar a eficiência de todo este processo crítico para os brand owners e para os fornecedores da cadeia de valor de embalagem. Com esta aquisição, reforçamos a posição da Esko como uma empresa inovadora em tecnologia para a indústria de embalagem”, completa Panenka.

A combinação do software de gerenciamento de rótulos e arte da Blue com a Plataforma Esko para Marcas aprofunda o investimento da Esko nas indústrias onde a produção das embalagens é extremamente importante. “No ambiente atual de compliance e com o foco no e-commerce, onde os consumidores buscam inovação, a arte de embalagens e de rótulos continua a ser um ponto crítico para o desenvolvimento de novos produtos e para o processo de comercialização. Nossas soluções ajudam os clientes nestes desafios, agilizando o lançamento de produtos e reduzindo os custos. A união da BLUE e da Esko é um momento de transformação para a indústria de embalagem,” completa Ali Moosani, Presidente da Blue.

Como parte da Esko, a Blue passa a integrar a plataforma de empresas de Identificação de Produtos Danaher, que inclui ainda a Pantone, MediaBeacon, X-Rite, AVT, Videojet, FOBA, Linx e Laetus. Juntas, estas empresas dão suporte às indústrias de produtos embalados e seus fornecedores.

Facebook apresenta revista impressa no Reino Unido


A 'Grow' traz reportagens sobre liderança e tecnologia para executivos de empresas que são clientes da rede social, mas também está sendo distribuída em aeroportos

A publicação trimestral, que está sendo distribuída de forma gratuita em lounges de aeroportos no Reino Unido, traz reportagens sobre inovação, liderança e tecnologia.

A publicação também está sendo enviada diretamente para executivos que pagam por publicidade dentro da plataforma no país.

Em sua página na rede social, a companhia compartilha a versão digital das reportagens. A editora-chefe da publicação é Kate Maxwell, que é colaboradora da Conde Nast e ex-diretora do grupo editorial Soho House & Co.

segunda-feira, 18 de junho de 2018

Até agosto, 44 milhões de livros chegarão às escolas públicas do país


Até agosto, 44 milhões de livros chegarão às escolas públicas de todo o país, segundo estimativas dos Correios que estão responsáveis pelas entregas. A distribuição do material, que é parte do Programa Nacional do Livro Didático (PNLD), começou a ser feita na última quarta (13). Essa primeira remessa representa 30% do volume total previsto para atender a demanda do próximo ano.

A expectativa do Ministério da Educação é a de que, antes do início do ano letivo de 2019, 151 milhões de livros cheguem às escolas públicas, beneficiando 35 milhões de alunos. 

Enquanto nas cidades, a entrega é feita diretamente nas unidades escolares, na zona rural, os livros chegam nas prefeituras e secretarias de educação para depois serem distribuídos.

O modelo atual começou a funcionar em 2017, quando dois antigos programas do governo tiveram atividade unificadas no PNLD. Os livros didáticos são distribuídos de acordo com as projeções do censo escolar realizado dois anos antes da edição do programa.

Por Carolina Gonçalves - Agência Brasil

terça-feira, 29 de maio de 2018

As primeiras impressões da nova impressora da Xerox


A Xerox apresenta a Iridesse, uma máquina colorida de alta velocidade e seis estações, que combina impressão em quatro cores (CMYK) com até outros dois toners especiais em uma única passagem. "A Iridesse é capaz de fazer coisas que nenhuma outra impressora faz, mas é o que ela pode proporcionar aos nossos clientes, que é o mais importante. 

Criamos a impressora para produzir esses efeitos especiais e aprimoramentos digitais de maneira econômica e em um fluxo de trabalho simplificado, para que nossos clientes possam aproveitar a oportunidade de mercado e expandir seus negócios", disse Ragni Mehta, vice-presidente de Negócios em Folhas Soltas da Xerox.

Com duas estações de toners especiais, os clientes, garante a Xerox, podem criar aplicações com cores exatas, gradientes e mistos metálicos e aprimoramentos especiais. 

Os toners metálicos, ouro e prata podem ser usados sozinhos ou em camadas abaixo ou acima de CMYK para criar paletas cintilantes únicas. Uma camada de Clear toner pode ser adicionada para um toque extra de dimensão ou textura.

“A capacidade de impressão em uma única passagem da Iridesse, a automação de fluxo de trabalho para incorporar efeito metal e verniz, combinados com a tecnologia de controle de qualidade em tempo de execução, é um diferencial para a Xerox e pode oferecer aos fornecedores uma vantagem competitiva”, disse Ron Gilboa, diretor de produção da Keypoint Intelligence.

Os fluxos de trabalho pré-construídos do Xerox FreeFlow Core permitem que os fornecedores, automaticamente e seletivamente, transformem texto e gráficos para imprimir ouro e prata sem editar os documentos de origem. Isso simplifica a melhoria de aplicativos existentes com aprimoramentos e alto valor. Imprimindo em velocidades de até 120 páginas por minuto, a impressora pode produzir em papéis de 52 a 400 g/m².

A Iridesse está disponível para pedidos desde de 9 de maio de 2018.


Eldorado Brasil registra lucro de R$ 336 milhões no primeiro trimestre


A Eldorado Brasil, no primeiro trimestre, registrou uma receita líquida recorde de R$ 1,1 bilhão, 60% acima do primeiro trimestre de 2017. O resultado foi impulsionado por um forte aumento nos preços de celulose, superando em mais de 45% os valores registrados no primeiro período do ano passado.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (EBITDA) foi de R$ 728 milhões, um aumento de 14% em relação ao primeiro trimestre de 2017 e sustentando uma margem de 65%, a qual mantém a Eldorado Brasil como a empresa de melhor desempenho do setor.

O lucro líquido atingiu R$ 336 milhões, quase metade do resultado de todo o ano de 2017, que foi de R$ 713 milhões. Este forte desempenho operacional da companhia fez com que sua alavancagem reduzisse em 29% na comparação entre os trimestres, chegando a 3,09x do EBITDA, o menor índice de sua história.

Para 2018 a Eldorado planeja produzir 1,7 milhão de toneladas, o que deve se confirmar a partir dos resultados alcançados no primeiro trimestre, que foram de 425 mil toneladas. Os principais mercados foram, por ordem, Ásia, Europa, América Latina e América do Norte.

Instituto International Paper anuncia nova presidente



O Instituto International Paper, que entra no seu 11º ano de atuação, anuncia Luciana Huneke como sua nova presidente. Luciana é gerente-sênior de planejamento estratégico para o negócio de papel, responsável pela América Latina e América do Norte e ingressou na empresa em 1998. Em 20 anos de IP, ocupou diversas posições nas áreas de planejamento, estratégias comerciais, exportação e finanças.

Formada em Administração de Empresas pela Pontifícia Universidade de Campinas (PUC), Luciana também é titular de um MBA em Marketing pela ESPM, com cursos específicos em finanças pelo INSPER.

“É uma grande honra e responsabilidade dar continuidade às iniciativas do IIP. A International Paper tem orgulho de contribuir para o desenvolvimento das comunidades ao redor de suas unidades e construir um legado sustentável para as futuras gerações. O IIP é referência nessa atuação e reflete a missão, a visão e os valores da companhia”, comenta Luciana Huneke.

O Instituto International Paper possui 11 programas voltados à educação, capacitação profissional e geração de renda para as comunidades das regiões em que a International Paper atua. Em 10 anos, já beneficiou diretamente 269 mil pessoas atendidas em projetos fixos ou itinerantes em 47 cidades brasileiras.