segunda-feira, 18 de junho de 2018

Até agosto, 44 milhões de livros chegarão às escolas públicas do país


Até agosto, 44 milhões de livros chegarão às escolas públicas de todo o país, segundo estimativas dos Correios que estão responsáveis pelas entregas. A distribuição do material, que é parte do Programa Nacional do Livro Didático (PNLD), começou a ser feita na última quarta (13). Essa primeira remessa representa 30% do volume total previsto para atender a demanda do próximo ano.

A expectativa do Ministério da Educação é a de que, antes do início do ano letivo de 2019, 151 milhões de livros cheguem às escolas públicas, beneficiando 35 milhões de alunos. 

Enquanto nas cidades, a entrega é feita diretamente nas unidades escolares, na zona rural, os livros chegam nas prefeituras e secretarias de educação para depois serem distribuídos.

O modelo atual começou a funcionar em 2017, quando dois antigos programas do governo tiveram atividade unificadas no PNLD. Os livros didáticos são distribuídos de acordo com as projeções do censo escolar realizado dois anos antes da edição do programa.

Por Carolina Gonçalves - Agência Brasil

terça-feira, 29 de maio de 2018

As primeiras impressões da nova impressora da Xerox


A Xerox apresenta a Iridesse, uma máquina colorida de alta velocidade e seis estações, que combina impressão em quatro cores (CMYK) com até outros dois toners especiais em uma única passagem. "A Iridesse é capaz de fazer coisas que nenhuma outra impressora faz, mas é o que ela pode proporcionar aos nossos clientes, que é o mais importante. 

Criamos a impressora para produzir esses efeitos especiais e aprimoramentos digitais de maneira econômica e em um fluxo de trabalho simplificado, para que nossos clientes possam aproveitar a oportunidade de mercado e expandir seus negócios", disse Ragni Mehta, vice-presidente de Negócios em Folhas Soltas da Xerox.

Com duas estações de toners especiais, os clientes, garante a Xerox, podem criar aplicações com cores exatas, gradientes e mistos metálicos e aprimoramentos especiais. 

Os toners metálicos, ouro e prata podem ser usados sozinhos ou em camadas abaixo ou acima de CMYK para criar paletas cintilantes únicas. Uma camada de Clear toner pode ser adicionada para um toque extra de dimensão ou textura.

“A capacidade de impressão em uma única passagem da Iridesse, a automação de fluxo de trabalho para incorporar efeito metal e verniz, combinados com a tecnologia de controle de qualidade em tempo de execução, é um diferencial para a Xerox e pode oferecer aos fornecedores uma vantagem competitiva”, disse Ron Gilboa, diretor de produção da Keypoint Intelligence.

Os fluxos de trabalho pré-construídos do Xerox FreeFlow Core permitem que os fornecedores, automaticamente e seletivamente, transformem texto e gráficos para imprimir ouro e prata sem editar os documentos de origem. Isso simplifica a melhoria de aplicativos existentes com aprimoramentos e alto valor. Imprimindo em velocidades de até 120 páginas por minuto, a impressora pode produzir em papéis de 52 a 400 g/m².

A Iridesse está disponível para pedidos desde de 9 de maio de 2018.


Eldorado Brasil registra lucro de R$ 336 milhões no primeiro trimestre


A Eldorado Brasil, no primeiro trimestre, registrou uma receita líquida recorde de R$ 1,1 bilhão, 60% acima do primeiro trimestre de 2017. O resultado foi impulsionado por um forte aumento nos preços de celulose, superando em mais de 45% os valores registrados no primeiro período do ano passado.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (EBITDA) foi de R$ 728 milhões, um aumento de 14% em relação ao primeiro trimestre de 2017 e sustentando uma margem de 65%, a qual mantém a Eldorado Brasil como a empresa de melhor desempenho do setor.

O lucro líquido atingiu R$ 336 milhões, quase metade do resultado de todo o ano de 2017, que foi de R$ 713 milhões. Este forte desempenho operacional da companhia fez com que sua alavancagem reduzisse em 29% na comparação entre os trimestres, chegando a 3,09x do EBITDA, o menor índice de sua história.

Para 2018 a Eldorado planeja produzir 1,7 milhão de toneladas, o que deve se confirmar a partir dos resultados alcançados no primeiro trimestre, que foram de 425 mil toneladas. Os principais mercados foram, por ordem, Ásia, Europa, América Latina e América do Norte.

Instituto International Paper anuncia nova presidente



O Instituto International Paper, que entra no seu 11º ano de atuação, anuncia Luciana Huneke como sua nova presidente. Luciana é gerente-sênior de planejamento estratégico para o negócio de papel, responsável pela América Latina e América do Norte e ingressou na empresa em 1998. Em 20 anos de IP, ocupou diversas posições nas áreas de planejamento, estratégias comerciais, exportação e finanças.

Formada em Administração de Empresas pela Pontifícia Universidade de Campinas (PUC), Luciana também é titular de um MBA em Marketing pela ESPM, com cursos específicos em finanças pelo INSPER.

“É uma grande honra e responsabilidade dar continuidade às iniciativas do IIP. A International Paper tem orgulho de contribuir para o desenvolvimento das comunidades ao redor de suas unidades e construir um legado sustentável para as futuras gerações. O IIP é referência nessa atuação e reflete a missão, a visão e os valores da companhia”, comenta Luciana Huneke.

O Instituto International Paper possui 11 programas voltados à educação, capacitação profissional e geração de renda para as comunidades das regiões em que a International Paper atua. Em 10 anos, já beneficiou diretamente 269 mil pessoas atendidas em projetos fixos ou itinerantes em 47 cidades brasileiras.

Clientes brasileiros participam do Packaging Day, na Heidelberg Alemanha


Jordi Giraldt, Heidelberg Alemanha; Alexandre Vay, diretor da Rainha Lescal/RJ; Alexandre Machado, gerente de vendas Heidelberg Brasil; Michio Kawasaki, diretor da Kawagraf Embalagens; Sidney Anversa Victor, diretor da Congraf e Ludwig Allgoewer, presidente da Heidelberg do Brasil

Em 16 de maio, a Heidelberg promoveu, na Alemanha, o Packaging Day, tradicional evento dedicado aos clientes de embalagem. O encontro deste ano teve como título Think Out Of The BOX (pense fora da Caixa), e proporcionou aos clientes entrar em contato com a gama completa de produtos para o segmento oferecida pela Heidelberg, como a integração ao fluxo de trabalho Prinect e a combinação da inovadora tecnologia offset e da impressora Primefire106, a nova solução digital para impressão de embalagens.

Como parte do Packaging Day, os clientes brasileiros visitaram a gráfica Collordruck, onde puderam assistir, ao vivo, demonstrações sobre os equipamentos da Heidelberg para o mercado de embalagem. Michio Kawasaki, da Kawagraf, declarou: “foi tudo perfeito, atendimento nota 10, evento muito prático e bem produtivo. Na visita a Collordruck, o que mais me impressionou foi a automação”.

Já Alexandre Vay, da Rainha Lescal, do Rio de Janeiro, disse: “na Alemanha, foram apresentados assuntos de relevância para a área gráfica de embalagem, assim como foi muito interessante a visita feita a Collordruck”.

AlphaGraphics Bela Vista investe para flexibilizar a produção em baixas tiragens



Com 17 anos de experiência de mercado, a AlphaGraphics Bela Vista presta serviços para os mercados editorial, promocional, impressão offset, comunicação visual, entre outros. “Durante essa diversificação, sempre procuramos os parceiros tecnólogos que, no momento, poderiam nos atender melhor. E há dois anos começamos a investir em Konica Minolta justamente porque foi a marca que, nos últimos anos, tem estado à frente nas inovações tecnológicas para impressão digital”, fala Paulo Hideo Kikuchi, sócio-proprietário da AlphaGraphics Bela Vista.

Após investir em dois modelos Konica Minolta (bizhub PRESS 1250P e bizhub PRESS C1100), agora, a AlphaGraphics Bela Vista anunciou a chegada de um novo modelo: a impressora AccurioPRESS C6100. “A Konica Minolta tem inovado onde as demais fabricantes pararam. Por exemplo, investimos no modelo P&B bizhub PRESS 1250 devido à possibilidade de imprimir em couché em alta resolução com o toner Simitri HD, algo que, há três anos, era um desafio para impressoras digitais. Também investimos na AccurioPRESS C6100 devido às qualidade e à tecnologia inovadora de impressão em formato mini-banner (33x76 cm) frente e verso automático”, destaca Rogério Alves, também sócio-proprietário da unidade Bela Vista.

"A impressora oferece a possibilidade de imprimir em papéis de até 400g/m2, o que abre um leque novo de aplicações, como produção de folders e capas", acrescentou Ricardo Assunção, terceiro sócio-proprietário da Alphagraphics Bela Vista.

Segunda edição do Congresso Internacional de Tecnologia Gráfica terá foco em embalagem



Com bons índices de crescimento e fundamental para a sociedade, a embalagem está no centro da discussão da segunda edição do Congresso Internacional de Tecnologia Gráfica, iniciativa da ABTG (Associação Brasileira de Tecnologia Gráfica) em parceria com a APS Marketing de Eventos. O Congresso ocorre no dia 23 de agosto, das 8h às 18h, no Espaço Milenium, em São Paulo.

Especialistas do Brasil e do exterior tratam dos aspectos da produção da embalagem: a relação com o meio ambiente, o uso como ferramenta estratégica de marketing, inovações tecnológicas, integração de diferentes processos de impressão, como as gráficas estão se preparando para atender às atuais demandas dos donos de marca, dentre outros assuntos.
De acordo com os organizadores, o objetivo desta edição é atrair um público  maior e mais diversificado, indo além dos empresários gráficos e de conversão e atingindo também compradores de embalagem (Brand Owners) e profissionais e estudantes da área de design.

Por conta de sua importância dentro da sociedade, o mercado de embalagem segue registrando resultados positivos. Porém, os fabricantes e designers de embalagens têm que se preparar para novos desafios, alerta Manoel Manteigas de Oliveira, diretor técnico da ABTG. “Certamente um desses desafios é tornar as embalagens mais amigáveis ao meio-ambiente. As embalagens devem ser, tanto quanto possível, reutilizáveis, recicláveis e biodegradáveis. Além de proteger e identificar os produtos, muitas embalagens devem cumprir papel decisivo no marketing dos produtos”.

Outro aspecto relevante, cita Francisco Veloso Filho, presidente da ABTG, é a constante busca das empresas por redução de custos e aumento de produtividade. “Avanços tecnológicos em equipamentos, materiais, ferramentas para integração da produção e outros devem estar a serviço dessas demandas”. No Congresso Internacional de Tecnologia Gráfica, serão apresentados conceitos que visam uma produção altamente tecnológica, que prime pela eficiência e flexibilidade, sempre ligada à sustentabilidade. Em breve, serão divulgadas a programação completa e as inscrições”, observa Veloso.

quarta-feira, 23 de maio de 2018

EFI oferece desconto de 400 dólares no Connect para inscrições feitas até 30 de junho


Até o final do mês de junho, profissionais do setor de impressão digital de todo o mundo poderão realizar suas inscrições para o EFI Connect 2019 e garantir 400 dólares de desconto, totalizando no valor de US$ 999. 

Para fazer o registro, cada participante deve entrar no site da EFI - http://www.efi.com/connect/registration/. 

Após este período, os descontos diminuirão gradativamente até a data do evento, que acontece entre os dias 22 e 25 de janeiro de 2019.

Adobe nomeia Darío Llorente como head de canais para América Latina



A Adobe anuncia Darío Llorente como head de canais para América Latina. A chegada de Llorente é uma estratégia da companhia para fortalecer a região e consolidar o posicionamento e a participação da Adobe na América Latina dentro das verticais do negócio de canal: comercial, educacional e governamental.

Llorente retorna à Adobe onde atuou anteriormente por um período de oito anos como head de vendas via o canal. 

“Damos as boas-vindas de volta ao Darío Llorente dentro da Adobe. Tiraremos o melhor proveito do conhecimento dele à medida em que buscamos continuar crescendo na América Latina e dentro da corporação, executando nossa estratégia de transformar as experiências de nossos clientes e parceiros e a maneira como eles competem”, afirma Steven Oliveri, diretor da Adobe para as Américas.

Walter Schalka, Presidente da Suzano Papel e Celulose, é eleito CEO do ano pela RISI



Walter Schalka, Presidente da Suzano Papel e Celulose, foi indicado pelo quarto ano consecutivo como o melhor CEO da indústria de papel e celulose da América Latina. O prêmio foi concedido pela RISI. Os participantes da pesquisa, grupo formado por analistas e especialistas da indústria de papel e celulose, indicaram Schalka pela maneira como o executivo comanda a Suzano.

“Este é um prêmio de todos os mais de 8.000 colaboradores da Suzano. O ano de 2017 representou um período muito especial na história da empresa, marcado por uma trajetória de crescimento e de preparação para o futuro. Reportamos recorde de geração de caixa operacional, queda consistente em nossa alavancagem, concluímos projetos importantes em nossas linhas de produção, ingressamos no mercado brasileiro de tissue, conquistamos o grau de investimento pela Fitch e ainda ingressamos no Novo Mercado”, exemplificou Schalka.

A entrega do prêmio acontecerá no dia 14 de agosto, durante a Conferência da América Latina da RISI, que ocorre entre 13 e 15 de agosto, no Hotel Renaissance, em São Paulo. O evento contará com palestras de líderes, especialistas da indústria e economistas da RISI, que apresentarão tendências e desafios do setor.

quarta-feira, 16 de maio de 2018

Gráfica Rex (RS) amplia participação no setor de embalagens

esq.p/dir. José Luiz Lermen, diretor geral da Rex Embalagens; Paulo Faria, diretor geral da Koenig & Bauer Brasil e Sílio Rodrigues, suprimentos e relacionamento com clientes da Rex Embalagens     


Com foco na impressão de embalagens para autopeças, gráfica gaúcha coloca em ação a terceira impressora da Koenig & Bauer

Como a mais antiga fabricante de impressoras do mundo, a Koenig & Bauer tem a confiança como ponto de partida em qualquer negociação. Recentemente, a fabricante alemã apresentou, pela primeira vez no Brasil, a versão Rápida 75PRO -5 + L. A impressora, garante a Koenig & Bauer, está pronta para competir nas tiragens curtas com a impressão digital além da forte disposição para atender a demanda de embalagens.

Estes diferenciais chamaram a atenção da Rex Embalagens, de Nova Candelária (RS). Especializada no setor de embalagens, com amplo know-how no segmento de autopeças, a gráfica, que já contava com duas impressoras da Koenig & Bauer, decidiu investir na Rapida 75 PRO. José Luiz Lermen, diretor geral da Gráfica Rex, ressalta que um dos diferenciais da impressora é a sua robustez: “É uma máquina forte, prática e fácil de operar. 


O desacoplamento das rolarias também é fundamental para a redução de custos uma vez que nem todos os trabalhos exigem operação completa”, observa. 

Ao investir na Rapida 75 PRO, Lermen direciona a Rex Embalagens a conquistar novos nichos dentro do próprio setor de embalagens. “Identificamos que há muitos itens com pequenos volumes e a máquina está configurada para produzir pequenas tiragens com o setup mais rápido do Brasil”, ressalta o diretor geral.    

Não é a toa que a Koenig & Bauer está a mais de 200 anos na vanguarda do mercado de impressão. “Os clientes ajudam a estabelecer critérios e incentivam a Koenig & Bauer a oferecer os melhores produtos e serviços. O desafio é atender rapidamente as demandas de um mercado em constante evolução”, fala Paulo Faria, diretor geral da Koenig & Bauer Brasil.

terça-feira, 15 de maio de 2018

Na Fespa 2018, Agfa Graphics mostra a sua maior impressora híbrida


Em Berlim, durante a Fespa Global Print Expo - evento que acontece de 15 a 18 de maio -, a Agfa Graphics apresenta a Jeti Tauro H3300 LED -  máquina industrial jato de tinta LED ultravioleta híbrida. O lançamento é encarado pela fabricante como o novo padrão “extremo” em produtividade e qualidade de impressão.

“Com a Jeti Tauro H3300 LED, oferecemos o nível mais alto possível de qualidade e produtividade, graças à nova mesa de vácuo e ao design da correia a vácuo, patenteado pela Agfa, que mantêm as mídias de impressão perfeitamente planas no carro de impressão, garantindo o posicionamento preciso dos pontos e o transporte correto das mídias”, Reinhilde Alaert, gerente de marketing de produtos de sinalização e displays da Agfa Graphics.

“Quem opta pela automação poderá desfrutar do carregamento e descarregamento totalmente automatizado para até quatro chapas, o que reduz o tempo ocioso e aumenta ainda mais a eficiência da produção. Os LEDs são duráveis: eles geram uma produção de luz consistente ao longo de sua vida útil de aproximadamente 10 mil horas”, detalha Reinhilde Alaert.

O lançamento é capaz de produzir impressões notáveis em mídias de até 3,3 m de largura e com velocidades de até 453 m2/h.

“Temos certeza de que nossas máquinas podem lidar com todas as possíveis demandas dos clientes, e é por isso que colocamos inúmeras aplicações impressas reais e de alta qualidade no centro das atenções. Elas demonstram o potencial único dos nossos produtos com o intuito de ensinar e inspirar os provedores de serviços de impressão que buscam causar fortes impressões perante os clientes. Os visitantes poderão conhecer nossas máquinas mais recentes, inclusive a novíssima Jeti Tauro H3300 LED, em um ambiente operacional virtual baseado em telas sensíveis ao toque e óculos de realidade virtual”, explica Kristof Van Cleemput, gerente global de comunicações da Agfa Graphics.

A Agfa Graphics está presente no salão 1.1, estande A57

Câmara setorial da indústria gráfica tem novo nome


O nome da Câmara Setorial de Máquinas e Equipamentos Gráficos (CSMEG) - da Associação Brasileira de Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) -, foi alterado para para Câmara Setorial de Máquinas e Equipamentos para Gravação, Impressão, Acabamento e Conversão.

Ricardo Augusto Lie, presidente da CSMEG, diz que a mudança na nomenclatura da câmara vem de encontro com a evolução do segmento nos últimos anos. “A modificação é também reflexo do atual perfil dos nossos associados, que já aplicam as tecnologias de impressão em máquinas que servem indústrias cada vez mais diversificadas, muito além da indústria gráfica tradicional”.

Lie explica que a alteração vem de encontro com a ampliação do escopo de atuação e para reposicionar a câmara dentro da indústria gráfica. “O intuito foi demonstrar com clareza a visão que temos de um futuro promissor para os fabricantes de máquinas ao inserirem neste novo mundo de possibilidades para as tecnologias de impressão”, avisa.

quinta-feira, 10 de maio de 2018

Henkel confirma crescimento no primeiro trimestre de 2018


A Henkel informa que suas vendas no primeiro trimestre de 2018 alcançaram 4.835 milhões de euros. Organicamente, excluindo o impacto do câmbio e de aquisições e desinvestimentos, as vendas mostraram um aumento de 1,1%. Os efeitos negativos do câmbio tiveram um impacto de 8,6% sobre as vendas. A contribuição proveniente de aquisições e desinvestimentos alcançou 3%. Nominalmente, as vendas recuaram 4,5%, comparado ao mesmo período do ano anterior.

A unidade de negócios de Adhesive Technologies apresentou um forte crescimento orgânico das vendas de 4,7%. “A Henkel teve um desempenho positivo no primeiro trimestre de 2018 apesar das dificuldades nas entregas nos negócios de consumo na América do Norte. Crescemos organicamente em vendas e melhoramos ainda mais a margem EBIT ajustada. Melhoramos os ganhos por ação preferencial apesar dos efeitos negativos do câmbio. Com base nesse resultado, confirmamos nossa diretriz para o ano fiscal de 2018. Estamos comprometidos a seguir com nosso crescimento sustentável”, afirma Hans Van Bylen, CEO da Henkel.

“No primeiro trimestre, nos deparamos com efeitos do câmbio excepcionalmente negativos, os quais impactaram nossas vendas em 8,6%, ou cerca de 440 milhões de euros. Nosso lucro operacional e ganhos por ação também se viram afetados pelo desempenho adverso no câmbio”, explicou Hans Van Bylen.

“Em nosso negócio de adesivos, tivemos um crescimento orgânico muito forte. Por outro lado, as vendas nas unidades de negócios de Laundry & Home Care e Beauty Care estiveram abaixo do nível do ano anterior, principalmente devido às dificuldades nas entregas nos negócios de consumo na América do Norte, que reportamos em março”, disse Hans Van Bylen. “Estamos normalizando os níveis do serviço ao longo do segundo trimestre”.

A expectativa ao longo do ano é que o mercado se mantenha volátil e incerto. As flutuações significativas no câmbio devem continuar. A tendência é que o dólar americano siga se desvalorizando em relação ao euro na comparação ao ano fiscal de 2017, e algumas moedas relevantes nos mercados emergentes também seguirão a tendência de desvalorização. Além disso, a Henkel espera que os preços das matérias-primas e embalagens continuem subindo em comparação ao ano passado.

Para o ano fiscal de 2018, a Henkel confirmou a última diretriz de março de 2018. A Henkel espera gerar um crescimento orgânico das vendas entre 2% e 4%, com Adhesive Technologies e Laundry & Home Care crescendo nesse patamar e Beauty Care entre 0% e 2%. Para o rendimento ajustado das vendas, a Henkel antecipa um aumento de 17,5% com contribuição de todas as unidades de negócios. Refletindo a incerteza nos mercados cambiais, especialmente a tendência do dólar americano, a Henkel espera um aumento em ganhos por ação preferencial em euros entre 5% e 8%.

Suzano Papel e Celulose divulga Relatório de Sustentabilidade 2017


A Suzano Papel e Celulose apresenta a edição 2017 do seu Relatório de Sustentabilidade, publicação que tem como principal novidade a divulgação das atividades e dos resultados no âmbito socioambiental sob a ótica dos quatro valores da companhia. Destaque também para a adoção do Propósito como direcionador de comunicação corporativa.                  

Neste documento, a Suzano mostra como inova e busca a melhora contínua para continuar fazendo fazer parte da vida de bilhões de pessoas em todo o mundo. Ao Explorar a inovação e Ser melhor a cada dia, a companhia contribui para promover a cultura, a educação, o universo da leitura, a higiene pessoal, a saúde, o conforto e o bem-estar de seus consumidores.

Todo esse movimento, devidamente apresentado no Relatório, é acompanhado da capacidade da companhia em Plantar o cuidado e Colher o orgulho. Foi assim que a Suzano continuou a plantar, colher, produzir e transformar ao longo de 2017, com foco na preservação da natureza, semeando o cuidado e cultivando relações sustentáveis.

O modelo de negócios guiado por esses quatro valores corporativos dá sustentação ao objetivo da companhia de criar e compartilhar valor com todos os stakeholders. “A edição 2017 do nosso Relatório de Sustentabilidade mostra como a Suzano, a partir de seus produtos e suas iniciativas socioambientais, faz parte da vida de tantas pessoas, todos os dias”, afirma Marcela Porto, Gerente Executiva de Comunicação Corporativa da Suzano Papel e Celulose. 

“Também acreditamos que, sob essa ótica, o relatório mostrará como vivemos nosso Propósito e nossos Valores no dia a dia da empresa e em todo o nosso negócio. Somos verdadeiramente movidos pelo desafio de fazer uma empresa melhor todos os dias, colaborando para a construção de um País melhor e, sobretudo, para tornar nossa vida ainda melhor”, complementa. 

O Relatório de Sustentabilidade poderá ser visualizado a partir de uma landing page própria e terá também uma versão impressa em Papel Pólen®. Fabricado pela Suzano, o Pólen possui uma tonalidade diferenciada, que reflete menos luz e, por isso, torna a leitura mais agradável.

O Relatório de Sustentabilidade 2017 pode ser acessado pelo endereço http://www.suzano.com.br/relatoriodesustentabilidade2017. 



quarta-feira, 9 de maio de 2018

Faturamento do mercado livreiro teve aumento de 12,32% no acumulado de 2018, mostra 2º Painel SNEL/Nielsen


O fechamento do segundo período* de 2018 para o mercado livreiro confirmou a boa campanha de vendas de volta às aulas e manteve importante avanço em comparação ao ano anterior.

As vendas em volume cresceram 4,73%, enquanto o faturamento continuou na casa dos dois dígitos, com 10,42%. Esse intervalo também foi marcado pela forte presença dos produtos de volta às aulas, inclusive universitários, com preços mais altos e descontos menores.

No acumulado do ano, o mercado totalizou um aumento de 4,45% das vendas em exemplares, com faturamento 12,32% maior.
Tendo em vista que a inflação em 12 meses foi de 2,84%, a perspectiva é de um ano de recuperação gradativa, de acordo com Ismael Borges, líder da Nielsen Bookscan Brasil. 

“Chama a atenção a combinação de preço médio mais alto associado a um nível de desconto baixo, inclusive para o período. Uma boa fórmula para garantir um melhor faturamento”, comenta.

Esses são alguns dos dados do 2º Painel das Vendas de Livros no Brasil em 2018, apresentados pelo Sindicato Nacional dos Editores de Livros (SNEL) e pela Nielsen. Os números têm como base o resultado da Nielsen BookScan Brasil, que apura as vendas das principais livrarias e supermercados no país.

* T. Mercado – Período 02: 2017 (30/01 a 26/02/2017) x 2018 (29/01 a 25/02/2017)
** T. Mercado – Acumulado WK01 / WK08: 2017 (02/01 a 26/02/2017) x 2018 (01/01 a 25/02/2017)


Fonte: Nielsen | Nielsen BookSca - Publicado por Sindicato Nacional dos Editores de Livros (SNEL)

FGV Campinas recebe CEOs para debater negociação em ambientes disruptivos


Negociação em ambientes disruptivos é o tema do encontro; vagas limitadas

CEOs e altos executivos de todo o Brasil se reunirão, na manhã do dia 24 de maio, quinta-feira, a partir das 9h, na FGV de Campinas. Como negociar em ambientes disruptivos é o tema do encontro que terá a palestra do especialista em negociação, gestão estratégica comercial e marketing, Carlos Pessoa.

O palestrante tem experiência profissional de 35 anos de atuação em negociações nacionais e internacionais. O principal foco do seu trabalho é proporcionar às organizações a sensibilização de profissionais, por meio de palestras e workshops sobre motivação, estratégias de negociação e mudança comportamental. “Em momentos de dificuldades, é essencial criar fatos novos. O contrário do sucesso não é o fracasso, mas a inércia”, afirma.

Para participar, é preciso realizar inscrição e-mail eventos@ibe.edu.br e aguardar aprovação da participação por parte da diretoria organizadora do evento.

O encontro, marca o 24º CEO Insights, formado pelos executivos que são alunos ou ex-alunos do programa de formação CEO FGV, da Fundação Getulio Vargas. O grupo reúne-se trimestralmente para discutir os problemas comuns e buscar alternativas conjuntas.

O evento será realizado na IBE conveniada FGV em Campinas, à Rua José Paulino, 1369  
Centro. O telefone é (19) 3739-6420.

Palestrante

Carlos Pessoa foi diretor comercial de empresas e organizações como Fundação Dom Cabral, Fasal S/A e Laminação Perfilex S/A e superintendente comercial da Açominas S/A. 

Ministra cursos e seminários abertos e fechados, responsável pela formação e desenvolvimento de mais de 25.000 participantes (empresários, dirigentes, gestores e executivos) em negociação, processos comerciais (compra, venda) e desenvolvimento de equipes.

É autor de 19 vídeos empresariais e cinco livros. Fundação Dom Cabral e Amana-Key, Marins já atuou como executivo de TI em empresas de grande porte, como IBM, OI e Shell.

Serviço

Evento: 24º CEO Insights.
Tema: Como negociar em ambientes disruptivos.
Data: 24 de maio (quinta-feira).
Horário: welcome coffee a partir das 8h e palestra das 9h30 às 12h.
Valor: inscrições gratuitas pelo e-mail info@ibe.edu.br ou pelo site da escola de negócios IBE conveniada FGV, o www.ibe.edu.br.

Parceria entre Turma da Mônica e Two Sides esclarece mitos e fatos sobre o papel e a impressão


Personagens da Turma da Mônica explicam de forma clara e lúdica, em doze capítulos, os encantos do papel e da comunicação impressa. No início de abril deste ano, três revistas da Mauricio de Sousa Produções (Cebolinha, Cascão e Almanaque da Mônica, todas publicadas pela Panini) publicaram a primeira de doze histórias que tem por objetivo esclarecer a desinformação existente sobre o papel e a comunicação impressa.


O projeto é uma parceria da Two Sides e da Mauricio de Sousa Produções. Serão doze histórias no formato de informe publicitário e de uma página cada, com os personagens da Turma da Mônica. Os temas serão sempre ligados ao consumo consciente, passando por assuntos como descarte correto, reciclagem, origem do papel, importância das florestas, uso de aparelhos eletrônicos, embalagens e toalhas de papel, e certificações.

É importante que o público tenha conhecimento sobre a origem da celulose e do papel. Por isso, a Mauricio de Sousa, a Panini e a Two Sides desenvolveram esse projeto em uma linguagem lúdica, porém informativa para todos.

A Two Sides é uma organização global, sem fins lucrativos, criada em 2008 por membros das indústrias de celulose, papel e comunicação impressa. Eles promovem a produção e o uso responsável da impressão e do papel, bem como esclarece equívocos comuns sobre os impactos ambientais da utilização desse recurso. O papel, por ser proveniente de florestas certificadas e gerenciadas de forma sustentável, é um meio de comunicação excepcionalmente poderoso, de fonte renovável, reciclável e biodegradável. 

Mais informações sobre a Two Sides Brasil: www.twosides.org.br

Sun Chemical celebra 200º aniversário


Rudi Lenz, presidente e CEO da Sun Chemical, relembra a trajetória da companhia ao resgatar o legado da marca: "Começando com o legado inspirador de Lorilleux e Samuel Morris no início de 1800, a Sun Chemical completa 200 anos de experiência em cores, tecnologia inovadora e compromisso contínuo com qualidade e serviço para nossos clientes", disse Lenz.

O presidente e CEO da bicentenária empresa, destaque que há cerca de 10.000 marcas registradas em todo o mundo e mais de 3.000 patentes concedidas em diversas jurisdições globais em sua história. “A Sun Chemical orgulha-se em oferecer soluções sob medida para atender às necessidades individuais de nossos clientes”, frisa Lenz.  

A Sun Chemical ajudou a impulsionar a indústria ao colaborar com diversos segmentos; “Lideramos o caminho como desenvolvedora das primeiras tintas UV, tintas base água, tintas flexográficas pigmentadas e tintas flexográficas para filmes de polietileno. A Sun Chemical também foi a primeira a criar tintas cromia para processo offset úmido, em 1906, agora conhecido como impressão CMYK. A Sun Chemical também é pioneira no desenvolvimento de tintas de baixa migração e na oferta de soluções para as impressoras mais novas da época, incluindo offset rotativa para folhas de flandres, tipografia, flexografia e rotogravura”, destaca Lenz.

A Sun Chemical fabrica pigmentos desde 1907. A divisão de Performance Pigments oferece um vasto portfólio de pigmentos e preparações para os mercados de revestimentos, cosméticos, plásticos, tintas e especialidades. A partir da aquisição feita pela DIC Corporation em 1987, a Sun Chemical tornou-se uma empresa verdadeiramente global, com crescimento nos mercados da América Latina e do Oriente Médio. Também há destaque para a formação da divisão Advanced Materials, que fornece compostos, polímeros e outros materiais de aplicação para diversos mercados.

Já a divisão Advanced Materials oferece uma grande variedade de soluções para atender às solicitações avançadas para impressão de materiais personalizados, incluindo tintas prata alta performance para sistemas de impressão 3D, tintas nano prata para sistemas de impressão inkjet, tinta máscara de solda, adesivos sensíveis a pressão para eletrônicos e displays, e SunMotion, uma solução atraente para displays de ponto de venda.

"A visão da Sun Chemical tem sido e sempre será ajudar os clientes a enfrentar os desafios globais do futuro, oferecendo qualidade, serviço e inovação em todas as soluções que oferecemos", disse Lenz.

“Para o futuro, estamos comprometidos em explorar pesquisas e desenvolvimentos que tragam aos nossos clientes novas soluções inovadoras e sustentáveis. Estamos ansiosos para celebrar este compromisso contínuo com a excelência, como empresa e com nossos clientes”, conclui Lenz.

Para saber mais sobre os 200 anos de experiência em cores da Sun Chemical, visite www.sunchemical.com/200years.

Sindicatos da indústria oferecem vagas gratuitas em cursos do SENAI Rio e Grande Rio


O SENAI Rio, em parceria com os sindicatos da indústria da capital, Baixada e Leste Fluminense, está com inscrições abertas para 1087 vagas gratuitas em cursos de qualificação e de aperfeiçoamento, para os meses de maio, junho e julho. Em 2018, serão oferecidas mais de 8 mil oportunidades em todo o estado. As vagas são para as áreas de audiovisual, panificação e confeitaria, alimentos e bebidas, construção civil, gráfico, metalmecânico, vestuário, mecânica automobilística, logística e naval.

As vagas são voltadas para trabalhadores da indústria, seus dependentes, desempregados que já tenham atuado na indústria e público em geral e estão distribuídas pelas unidades SENAI de Laranjeiras, Tijuca, Nova Iguaçu, Niterói, Jacarepaguá, Vicente de Carvalho, Maracanã, São Gonçalo, Instituto SENAI de Tecnologia Solda, no Maracanã e Instituto SENAI de Tecnologia Automação e Simulação, em Benfica. O objetivo é preparar e aperfeiçoar profissionais para atender a demanda de capacitação do mercado.

Nas regiões há cursos de Manutenção Básica de Impressoras Offset e Operador de Acabamento Gráfico.  

O edital está disponível no link www.cursosenairio.com.br/qualificacaosetorial, com a relação completa de oportunidades e critérios para participação. Mais informações podem ser obtidas pelo 0800 0231 231.

Canon do Brasil imprime mais de duas mil fotos na SPFW 2018



A Canon do Brasil esteve presente no São Paulo Fashion Week – SPFW -, edição de inverno, que aconteceu entre os dias 23 e 26 de abril no pavilhão das Culturas Brasileiras, no parque Ibirapuera. 

A empresa japonesa montou um estúdio de fotografia no evento e tirou fotos dos visitantes que passaram pelo estande. Depois, as fotos foram impressas em uma Canon imagePROGRAF PRO-1000 e entregues aos donos. Foram mais de duas mil impressões entregues durante os dias de desfile.

A Canon foi também foi a empresa responsável por imprimir todo o material gráfico da SPFW, inclusive a exposição baseada nos trabalhos do estilista Conrado Segreto, que foi tema da SPFW. Além disso o fotógrafo de street style Leo Faria participou da ação e marcou presença no estúdio montado pela Canon.

“Avaliamos como positiva a ação, pois a participação dos visitantes foi bem grande. Alguns inclusive demonstravam alegria e satisfação ao receberem suas imagens. Também mostramos o potencial dos produtos Canon que atenderam com rapidez e qualidade a demanda”, afirma a supervisora de Marketing da Canon do Brasil, Grace Kelly.

Embalagem em destaque durante a Fispal



A indústria de embalagem tem se mostrado promissora. Segundo o Estudo Macroeconômico da Embalagem ABRE/FGV, o setor fechou 2017 com crescimento 1,96% na produção física de embalagem e a previsão de crescimento é ainda maior em 2018, devido à recuperação dos indicadores de consumo, comércio, serviços e industrial.

Reconhecendo a importância desse setor, a 34º Fispal Tecnologia apresenta o exclusivo Lounge ABRE da Embalagem. Realizado em parceria com a Associação Brasileira de Embalagem (ABRE), o espaço tem como o principal objetivo reunir profissionais que atuam em agências de criação de peças e pequenos e médios fabricantes, potencializando a troca de informações e apresentando as tendências e soluções para o segmento.

Uma das principais atrações do espaço exclusivo é o Circuito ABRE de Palestras, que conta com apresentações de 20 minutos que abordam temas como tendências, novas tecnologias, design, além de dicas e soluções para oferecer ao consumidor um produto com ainda mais qualidade. A participação é gratuita e aberta aos visitantes durante todos os dias de evento.

“Um dos principais desafios do mercado é ter uma indústria de embalagem que seja mais flexível, que consiga atender as demandas exigidas pelo consumidor atual. As empresas precisam pensar em novos modelos de negócios e ferramentas para colocar o setor nesta nova realidade de consumo que é muito mais rápida”, explica Isabella Salibe, gerente comercial e de marketing da ABRE.

No México, EFI mostra pacote completo para a área de papelão ondulado



Durante a Reunião Anual AICC México 2018, evento acontece de 16 a 18 de maio, na cidade de Guadalajara, Luis Ramirez, gerente de vendas e especialista para a área de Papelão Ondulado da EFI, participará da sessão “Innovations In Technology” no dia 17 de maio. 

Neste evento, cada participante terá 7 minutos para abordar o que a sua empresa trará de novo em termos de inovação. “A apresentação terá como foco o sistema Escada Systems, que combina hardware e software para garantir a consistência na produção das lâminas, sempre com a mesma qualidade, poupando energia e desperdício”, contou o Ramirez. A palestra terá início às 12:25 – horário do México.

Nos outros dias da feira, junto com uma equipe de especialistas, o executivo também estará no Table Top 12 para recepcionar os visitantes. A EFI  participará como patrocinadora bronze e apresentará as soluções Corrugated Packaging Suite e o sistema Escada Systems.

“O mercado de Papelão Ondulado está em foco por conta da previsão de seu crescimento. A EFI é a única empresa que oferece um pacote abrangente para atender todas as etapas da indústria, da produção à entrega, por meio de softwares, soluções e a impressora EFI Nozomi, especializada no segmento. Convido a todos para nos visitarem e conhecerem nossos produtos durante a feira”, disse Ramirez.

terça-feira, 8 de maio de 2018

Serigrafia SIGN FutureTEXTIL acompanha fase de crescimento da impressão digital


A procura pela impressão digital na indústria têxtil nacional vem crescendo consideravelmente nos últimos anos e esta evolução ocorre por causa de dois importantes fatores: o Brasil ser o sexto maior parque têxtil no mundo – com a produção anual de aproximadamente 5,4 bilhões de peças de vestuário, tornando-se referência mundial em beachwear, jeanswear e homewear e em outros segmentos que também vêm ganhando mercado –  e também devido a mudança do perfil do consumidor que busca cada vez mais por peças únicas e exclusivas.

Para atender este movimento pujante do mercado da moda personalizada, as fabricantes buscam por equipamentos de impressão digital que vêm ganhando mais espaço e novos mercados de atuação, fazendo com que se tornem mais imprescindíveis no dia a dia das confecções. Prova disso, é que nos últimos anos houve crescimento de 40% no volume de aquisições destas ferramentas.

O cenário dinâmico de crescimento e avanço da impressão digital será demonstrado durante a 28ª edição Serigrafia SIGN FutureTEXTIL feira de impressão para os mercados de serigrafia, comunicação visual e têxtil, que acontece entre os dias 25 e 28 de julho, no Expo Center Norte, em São Paulo. “Serão exibidas diversas soluções abrangentes nesta área de impressão digital têxtil aos visitantes, podemos garantir que estarão expostos os produtos mais modernos do mercado”, revela Liliane Bortoluci, diretora da feira.

Outra tendência muito discutida atualmente no setor têxtil é a implantação da indústria 4.0 para tornar a produção ainda mais eficiente, conectando e integrando pessoas que compõem o sistema produtivo, além de unir o consumidor e o processo com a cadeia de suprimentos. “Essa conexão entre os múltiplos públicos, gera customização em massa, integração de sistemas que reflete em maior agilidade, produtividade, redução de custos e consequentemente o aumento da competitividade global”, comenta Liliane.

De acordo com Liliane é por causa deste contexto atual, que este será um dos temas a ser explorados durante a Serigrafia SIGN FutureTEXTIL com a presença do SENAI CETIQT. Referência em educação, tecnologia e inovação para a indústria e para o mercado têxtil, está focado em se tornar o facilitador para as empresas se adaptarem a essa nova revolução industrial.

Representante do SENAI CETIQ estará presente Fórum Serigrafia SIGN FutureTEXTIL 2018 apresentando ações focadas na Industria 4.0 como o incentivo aos empresários e profissionais do setor a desenvolverem projetos únicos que irão melhorar a qualidade dos produtos nacionais, reduzindo seus preços e garantindo uma concorrência justa com o mercado externo. 

“A proposta do SENAI CETIQT para as empresas que pretendem se modernizar é audaciosa, pois empoderamos o consumidor como designer de seu produto, oferecemos a oportunidade de criar uma peça única, 100% personalizada e com as características do cliente”, comenta Robson Wanka, gerente de educação do SENAI CETIQT.

O evento 

A Serigrafia SIGN FutureTEXTIL, acontece entre os dias 25 e 28 de julho, no Expo Center Norte, SP, oferece soluções integradas para os segmentos de comunicação visual e impressão digital. 
O evento apresenta soluções para as áreas de Serigrafia, Sublimação, Impressão em grandes formatos, Impressão digital têxtil (estamparia), Decoração para Interiores, Materiais promocionais, brindes e personalização, Sinalização, Sinalização Digital, Softwares para os segmentos de impressão e gestão empresarial. 
Com 28 anos, a feira é organizada pela Informa Exhibitions.

Refis: Micro e Pequenas Empresas terão o mesmo tratamento que companhias de médio e grande porte


Por Cintia Moreira

A partir deste ano, as micro e pequenas empresas poderão quitar e parcelar as suas dívidas tributárias, mesmo benefício que já havia sido concedido a companhias de médio e grande porte. Isso porque foi promulgada e publicada no início de abril a Lei Complementar 162/2018, que institui o Refis para esse segmento de empreendedores.

O programa de refinanciamento, permitido às empresas que optaram pelo Simples, regime simplificado de tributação, havia sido aprovado pelo Senado no final de 2017 e vetado na íntegra pelo presidente Michel Temer. A justificativa para os cortes, segundo o governo, era a limitação orçamentária.

A senadora Marta Suplicy, do MDB de São Paulo, afirmou que a nova lei beneficia o setor que mais emprega e arrecada impostos no país. “Assim como os grandes estão em apuros, os pequenos estão com maior apuro ainda porque tem menos capital de giro, menos condição, não conseguem fazer empréstimo. Então, a possibilidade de um Refis é algo que devia ter sido dado até há mais tempo”, defendeu ela.

Já o senador José Pimentel, do PT do Ceará, que foi relator na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), ressaltou a importância da aprovação da medida. Ele lembrou ainda que as empresas vinculadas ao Simples Nacional que enfrentam dificuldades financeiras também devem ter a chance de quitar dívidas tributárias, com redução de juros, multas e encargos.

“Este é o primeiro Refis em que este conjunto de empresas, que são responsáveis pela geração de emprego no Brasil, será beneficiado. Este setor é responsável, hoje, por mais de 54% todos os empregos com carteira assinada do Brasil. E é exatamente nesse segmento, na retomada do crescimento econômico, em que nós estamos tendo geração de novos empregos”, enfatizou o parlamentar.

Serão refinanciados os impostos vencidos até novembro de 2017. As empresas do Simples Nacional deverão dar entrada de 5% do total devido – que poderá ser dividido em até cinco prestações – e a dívida será reduzida de acordo com as condições do pagamento da parcela restante.

No caso do pagamento integral, haverá redução de 90% dos juros de mora (cobrados pelo atraso) e redução de 70% das multas. Quem optar por pagar em 145 meses, a redução será de 80% dos juros de mora e de 50% das multas. Se o parcelamento for feito em 175 vezes, os juros de mora e as multas caem pela metade. Se o contribuinte não efetuar o pagamento integra dos valores correspondentes a 5% da dívida consolidada com as devidas atualizações, o parcelamento será cancelado.

Prazo

A adesão ao Programa Especial de Regularização Tributária das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte, nome oficial do Refis, poderá ser feita até nove de julho deste ano.

De acordo com o presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos, o sistema da Receita Federal ainda não está pronto e só deve ser disponibilizado no dia seis de junho. Ou seja, os empresários terão cerca de um mês para fazer a adesão ao programa.

Segundo o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), o Refis deve beneficiar cerca de 600 mil empresas brasileiras que devem cerca de R$ 20 bilhões à União.

quinta-feira, 26 de abril de 2018

FSC Brasil promove curso sobre cadeia de custódia em maio


O FSC Brasil vai realizar no dia 3 de maio, das 9h às 18h, em São Paulo, o  curso “Atualizações da cadeia de custódia FSC”.

O evento vai expor o cenário atual das empresas certificadas em COC no Brasil e no mundo; falar sobre as exigências da cadeia de custódia FSC e as principais mudanças na nova norma; explicar o processo de certificação e comentar os principais desafios e oportunidades desse mercado.

As inscrições devem ser feita pelo site do FSC Brasil www.fsc.org.br

Investimento: R$ 850,00